Aprende Mais, a explicação do teu sucesso!

Blog da Aprende Mais: Fevereiro 2010

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Motivar os alunos através dos seus interesses



Como é que conseguem os Pais e os (TPC) trabalhos de casa competir com a PlayStation ou com os Linkin Park?

A resposta é simples, não conseguem. No entanto, os Pais podem usar estes interesses de hoje em dia para motivar os seus filhos a ler mais e, ao mesmo tempo, desenvolverem capacidades que podem utilizar na sala de aula e na resolução de testes.

Segundo estudos efectuados nos EUA na Carnegie Mellon University após 6 semanas de leitura intensiva, estudantes que tinham uma leitura pobre , melhoraram as suas capacidades de leitura e desenvolveram novas ligações no cérebro. Quer isto dizer que o cérebro consegue alterar as suas ligações através da aprendizagem e adaptação, existindo estudos que indicam que alterações nestas ligações estão relacionadas com o número de horas de leitura. Pode-se dizer que quanto mais os estudantes lerem, mais agradável vai ser a leitura para eles e mais essas capacidades serão usadas em situações do seu dia-a-dia.

Como Pais, o primeiro passo, é identificar do que é que os seus filhos gostam e tentar informar-se o mais possível acerca dos seus interesses. As actividades desenvolvidas com eles podem ser: ler os livros, ver filmes e ouvir músicas de que eles gostam, com eles. Depois, discutir com eles, por exemplo, a diferença entre o livro e o filme da mesma história, descobrir diferenças na história, descobrir novas personagens e localizar geograficamente onde a história se desenvolve. Outro exemplo pode ser ouvir com os seus filhos as suas músicas preferidas e falar acerca do significado das diversas palavras da letra, saber como é que se produz um CD, conhecer os instrumentos que são tocados na música, etc.
Tendo o conhecimento dos livros, músicas, filmes e modas que os seus filhos gostam, é possível descobrir formas criativas de introduzir uma componente educacional.
Os Pais podem combinar estas actividades com os básicos de motivação de um aluno – fixar objectivos e fixar recompensas por atingir os objectivos e ainda reforços positivos sempre que exista um comportamento assertivo. As recompensas e reforços podem ser tão simples como falar bem do seu desempenho perante a família e terceiros, deixá-los sair ou andar a brincar mais uma hora do que o habitual ao fim de semana, etc.

Quanto mais os alunos lerem, mais sabem e isso vai reflectir-se na sala de aula através das capacidades adicionais aprendidas através das actividades que desenvolverem com os Pais.

Marcadores: , , , ,